domingo, 24 de fevereiro de 2013

“Quer comprá, moça? Sete éáis!”

Resultado final: forminhas coladas e produtos à venda

Tive problemas de saúde no ano passado, que pioram bastante no segundo semestre, a ponto de me fazer dar um tempo na Internet e em tudo o mais da vida que fosse possível.
Só que o mundo não para, as coisas não param de acontecer e nem parei de viver. Nem de brincar com Marina
O texto a seguir e as imagens são de 07/2012

A brincadeira que mais dá prazer à Marina é massinha de modelar. Faz bolinhas ou outros formatos e a moda agora é vender suas criações a mim. Sempre são frutas, às vezes não tem a que eu peço e ela oferece outra, mas não fica sem vender de jeito nenhum. Quando empaco numa fruta ela sai da sala e volta com a bandeja com as mesmas bolinhas dizendo que a fruta que eu queria...”Agora tem!”
Colando as forminhas na bandeja (tudo já ia para o lixo)

Ela diz o preço e sempre recebo troco. Detalhe: o dinheiro que eu dou vai para um bolso e o do troco sai de outro. Ah sim, tudo é “sete éáis”.
As formas da frutas ou outros produtos, como vegetais, por exemplo, não tem importância, nem a cor, o negócio é vender, tentar me convencer. Como anda muito com o pai em feira acho que vem daí esse gosto pelo comércio, o jeito de guardar o dinheiro e passar o troco, e principalmente o jeito de falar e tentar convencer a cliente.

Nessas fotos fizemos massinhas caseiras e como queríamos usar a bandeja e as forminhas de brigadeiro que estavam sujas, resolvi colar as formas na bandeja e surpreender minha pequena com docinhos que saíam sem o papel. 

Ela morreu de rir com isso! Achava a maior graça quando alguém aceitava e tinha pegar o doce com a mão e não no papel :-)

Para quem pensa que suja demais: é só lavar que sai facinho #supercompensa

3 comentários:

Rafaella disse...

hahahahhaha
Que linda gente...
Ja tem noção da compra e venda ;)
Faz tudo para agradar a compradora rs!
Bjs

Luma Rosa disse...

Marina já está pensando em ganhar o seu dinheirinho... e está treinando para tal! Isso é muito bom!! Ah, deixa ela descobrir a "mesada" :) Beijus,

Patrícia Gomes disse...

Pois é, meninas, ainda bem que ela não se liga em dinheiro de verdade. Tá nem aí para moedas ou pedir para comprar coisas. Isto acontece bem raramente e nem insiste muito diante da negativa. Pedir Ruffles? Isso ela já desistiu mesmo. Deve pensar: "Deixa eu crescer, que vcs vão ver" :-)