terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Mais uma lua para Marina

Quantas noites de luas "marinadas" tem o mês, quantos meses tem o ano, quantos anos terá Marina sobre a Terra? Quanto tempo (tempo?) teve Marina antes de estar dentro de mim? Que quis dizer Marina quando, muito séria, me olhou fixamente e disse:

"Eu escolhi você pra ser minha mãe. Entendeu?"
Daqui

Mon petit Marie (a gatinha que gosta tanto), desde que você nasceu TODA VEZ que você adoece eu me descompenso. Não é que fique nervosa, chorosa, deprimida, nada disso. Fico lenta. O raciocínio fica tão diferente de mim que aguardo o semáforo abrir e fechar e somente pela segunda vez sou capaz de atravessar a rua.
Minha princesa...minha princesa nada-a-ver com as que conhecemos...há cinco anos eu chorava se você não mamava "direito", há quatro eu pensava que um dia conseguiria trabalhar direito deixando-a febril em casa. Há três eu jurava que em breve o dia do teu aniversário não seria o dia mais importante do ano e quando você parou com os resfriados mensais senti-me absolutamente madura e fortalecida - finalmente, era uma mãe forte! Amada minha, com a saúde que você tem, como posso ser testada?
A médica da emergência, ontem, receitou antibiótico. Achamos por bem aguardar o que diria a tua. Concordou com a medicação, mudando apenas a droga. Você ainda tem febre, mas já não está nauseada, faz planos para construção de casa com os lápis de cor que compramos recentemente e está ali, de olho, esperando eu sair do PC para escolher seus desenhos prediletos.
Sendo assim, volto a ser a mãe super-poderosa \o/ pode confiar em mim, ok?
(Mil beijinhos da mamãe.)

2 comentários:

Aline Cortes disse...

Oi Patrícia! Adorei a visita no blog. Obrigada, de coração. Gostei muito do seu, das ideias, do jeito de demosntrar o amor pela Marina na escrita.
Como faço pra receber as atualizações de posts por e-mail?
Se puder, responda pro alinecortes84@gmail.com
Beijos?

Patrícia Gomes disse...

Adorei sua visita e seu blog, Aline! Estou seguindo! :-)
Muito obrigada!