terça-feira, 18 de outubro de 2016

E quem é você para amar?


Meus japamalas, com os quais "mantro"

Costumo entoar mantras todas as manhãs e normalmente vêm algumas reflexões interessantes - quando não a recordação de algo que necessito melhorar em meu comportamento ou atitude. 


A reflexão de hoje foi sobre “amar ao próximo como a ti mesmo”, como está no livro bíblico de Mateus (capítulo 22, versículo 39). 

Tenho lido e ouvido com certa frequência que devemos nos amar “primeiro” ou “mais” para cumprir esse mandamento. Tenho visto o auto-amor amplamente exercitado, mas talvez o amor ao próximo esteja sendo esquecido um pouco, mas isso é só divagação minha.

O fato é que essas explicações me incomodavam demais, não entendia ser possível mensurar o quantum de amor-próprio que devo ter para então amar ao próximo.

O que pensei hoje é que talvez estejam fazendo uma leitura distorcida dessa passagem e ela diga simplesmente o que Jesus falou o tempo todo: se é para fazer o bem, se joga!

Se você acorda todos os dias, come, se limpa, trabalha, estuda...

Se você acorda em dias alternados, sem vontade nenhuma de levantar da cama, toma banho quando está quente demais...

Se você cuida muito bem da tua saúde, cuida da família, pratica meditação, lê, brinca, pega trilha, tem negócio própria, dança...


AME AO PRÓXIMO.

Do jeito que você estiver.

Lembrando que amar requer ação, é tempo despendido, é pensar no que fazer e é fazer. Se não souber por onde começar e não conseguir ouvir seu próprio coração olhe para si mesmo. Observe o que te faz bem, observe o que faz bem aos outros, à Natureza, à tua comunidade, tua família. E ame!

Por estar vivo, ame ao próximo. Se você toma café da manhã, ofereça ao próximo um café da manhã. Se teu auto-amor te permite isso ou aquilo, ame com isso ou aquilo. Mas ame! E isso é urgente!

Desde muito tempo antes de Cristo! 

6 comentários:

Ana Paula disse...

É urgente.

Estou empenhada também.
Quando puder espia aqui:

http://afelicidade.org

Beijo!

Layse Veloso disse...

que lindo:

"AME AO PRÓXIMO./Do jeito que você estiver./
Lembrando que amar requer ação, é tempo despendido, é pensar no que fazer e é fazer. Se não souber por onde começar e não conseguir ouvir seu próprio coração olhe para si mesmo. Observe o que te faz bem, observe o que faz bem aos outros, à Natureza, à tua comunidade, tua família. E ame"

amar é verbo. é ação. o comportamento tb muda o pensamento e a emoção dizem os terapeutas cognitivos comportamentais... as vezes esperamos por condições propícias, quando os atos podem levar a grandes transformações <3

Fernanda Soares disse...

Como sempre, excelente texto, divagação, reflexão...q seja, o q for,importante q tocou a mim!
E q não deixemos pra amar amanhã quem podemos amar hoje, agora...

Bjs Pat!!

Patrícia Santos Gomes disse...

Bom que te tocou, Nanda! E às vzs é mais difícil amar quem senta ao lado do que quem encontramos esporadicamente. Vamos pensar nisso também. Beijos e gratidão pela visita!

Patrícia Santos Gomes disse...

Pois é, Layse, enquanto esperamos o melhor tempo, o melhor Governo, mais dinheiro, @ parceir@ ideal, etc. o tempo passa e o coração ainda batendo e sem exercitar o amor.
Beijo no teu coração e obrigada pela visita!

Patrícia Santos Gomes disse...

Olá, Paulinha, só li teu comentário agora, acredita!? E amei o site, a concepção dele é maravilhosa!
Mil beijos <3